sábado, 2 de outubro de 2010

Santidade na Família.



Estamos quase terminando a campanha entramos agora na 5ª Semana e o tema desta semana é: Santidade na Família.
Podemos observar que desde a queda do homem no Jardim do Éden, o pecado vem prejudicando família:

O pecado tira a inocência.
O pecado nos faz esconder de Deus.
O pecado tira a responsabilidade.
O pecado afasta o amor.


Para mantermos a instituição familiar livre de máculas e protegida contra as ciladas que o inimigo constantemente tenta armar contra nós, precisamos desenvolver um caráter santo dentro da nossa família.
Deus proveu através de Cristo Jesus a reconciliação do homem com Deus. As famílias só podem desfrutar das bênçãos do Senhor, de um convívio harmonioso e de paz mesmo em meio às lutas, através da santificação, da entrega e submissão ao senhorio de Cristo.

É preciso transparência, honestidade, caráter, amor e perdão para se ter vitória sobre as tentações e isso só é possível através Dele!
Desenvolver santidade é algo que soa muito abstrato, mas é extremamente prático. Precisamos tomar atitudes e fazer escolhas conscientes, racionais e individuais, que nos levem em direção a uma vida santa, diariamente. Parece distante dizer que “precisamos fugir do adultério”, mas é extremamente prático dizer que devo me cuidar em relação aos meus relacionamentos com pessoas do sexo oposto, devo evitar aconselhar pessoas do sexo oposto ou ter conversas íntimas com eles, devo fugir de revistas, programas de televisão e conversas que me induzam a pensar que isto é uma coisa normal.
Somente com uma vida santificada no Senhor, através da oração, do perdão e da diligência em estudar e praticar os ensinos da Palavra de Deus.

1.Oração
É muito importante que marido e mulher orem juntos e que os pais orem por seus filhos e vice versa. A Bíblia ensina a importância da oração uns pelos outros:


“Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz.” (Tiago 5:16)



2.Perdão
Nos relacionamentos há muito mais facilidade para cometermos pecados uns contra os outros. Aí vem a importância de perdoar, assim como Cristo nos perdoou.

“Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou.” (Colossenses 3:13)




3.Palavra de Deus
A Palavra de Deus promove a santificação. Jesus disse em sua oração:

“Santifica-os na verdade; a tua Palavra é a verdade.” João 17.17


Devemos ter firme propósito de servir ao Senhor em santidade, seja na situação que for.

“Se, porém, não lhes agrada servir ao Senhor, escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas, eu e a minha família serviremos ao Senhor.” (Josué 24:15)

Que possamos fazer das palavras de Josué nossas palavras: Eu e a minha família serviremos ao Senhor. Santificação é um processo. Todo processo tem seus altos e baixos. Pode ser que no meio do caminho venhamos falhar, mas a tendência de alguém que vive debaixo do temor do Senhor é que a santificação seja progressiva, avance continuamente, apesar das nossas falhas.

Que o Senhor capacite cada família a ser um luzeiro em meio à escuridão que vivemos nessa pós-modernidade, pois Deus precisa de famílias santas para, através delas, abençoar as demais famílias da sociedade.

Sê tu uma benção!

Um comentário:

Sandro disse...

Graça e paz, sempre!

Passei por aqui para conhecer seu blog.
Estou procurando bons blogs para compartilhar.

Já estou te seguindo.

Ficaria muito feliz se puder me visitar.
Se quiser me seguir também será um prazer para mim.

Abraço em Cristo,

Sandro
http://oreinoemnos.blogspot.com/
Te espero lá.